Nem todo dente incluso é siso! E nem todo siso é dente incluso!

O dente siso é o que chamamos de terceiro molar, são os últimos dentes a irromperam na cavidade oral e por isso muitas vezes não tem espaço suficiente para ficarem em oclusão com o seu antagonista, muitas vezes ficando incluso, ou semi-incluso e necessitando realizar a remoção.

Além do siso alguns outros dentes podem também se encontrar inclusos, justamente devido ao atraso no processo de irrupção, os mais comuns são: caninos superiores e pré-molares superiores e inferiores.

É de extrema importância realizarmos uma consulta para fazer uma criteriosa avaliação e indicar ou não a remoção desses dentes.

A avaliação clínica irá nos sugerir, devido a ausência desse dente na arcada, porém só com uma radiografia panorâmica é que conseguimos ter a certeza.

Existem várias indicações para remover o dente siso, dentre elas estão: dentes cariados, com doença periodontal, inclusos, por indicação ortodôntica, por indicação protética, dor de origem desconhecida, potencial formação de cistos ou tumores e questões econômicas.

Em relação ao período de remoção o ideal é que seja realizado no final da adolescência e início da fase adulta, entre 16 e 18 anos, porém isso não impede de ser realizado com uma idade superior a essas.

Sim!

Porém, isso vai depender do grau de dificuldade da extração e do tempo de cirurgia, na consulta inicial poderemos deixar isso bem mais claro e avaliar melhor essa possibilidade.

Remover todos no mesmo dia tem uma grande vantagem que é ser realizado apenas uma cirurgia e consequentemente apenas um pós-operatório e uma semana de medicações.

A tomografia se faz necessários em alguns casos específicos:

  1. Quando o siso está muito perto do nervo alveolar inferior.
  2. Quando o dente está incluso e precisamos avaliar sua posição para definir como será a abordagem cirúrgica.
  3. Quando há presença de lesão associado ao dente.

O preço desse procedimento vai depender da quantidade de dentes a serem removidos e o grau de dificuldade cirúrgica, por isso que se faz necessário uma consulta prévia para realizarmos uma avaliação adequada e passarmos um orçamento.